VARIEDADES

Harmonização de vinhos

Para simplificar, criamos algumas regrinhas de bolso para ajudar na hora da decisão da harmonização dos vinhos.

Harmonização de vinhos

Leia: Barriga de cerveja é mito!

 

Harmonizar vinhos com a comida não é uma novidade. Quase todo mundo já ouviu falar naquela regrinha básica de combinar vinhos tintos com carnes vermelhas e brancos com aves e peixes. De uma forma geral essa regra até funciona, mas e se a ave for preparada ao curry? Se o peixe for preparado a moda baiana? Ou se hoje for um dia onde, apesar de ter um belo filé de linguado para o almoço, você quer mesmo é tomar um tinto?

Tabela básica de vinhos e alimentos da  Wine Folly.

Tabela básica de vinhos e alimentos da Wine Folly.

Um pouquinho de história e “enocuriosidades” pode ajudar na hora de decidir o melhor vinho para aquele jantar especial.

A tarefa de combinar, ou harmonizar, comida e vinho, nem sempre foi uma tarefa complexa. Voltemos alguns séculos e imaginemos que você hoje vai dar um jantar para a família de sua futura noiva, que mora logo ali ao lado, no feudo vizinho. Você vai até a mercearia da vila e encontra a mesma variedade de 10 ou 12 produtos a que esta habituado. Como seu vilarejo fica no centro do que futuramente será um país na Europa, existe pouca disponibilidade de peixes e você nunca ouviu falar em curry, salmão ou vatapá. Então você compra um leitão, alguns ingredientes e temperos básicos e depois passa na vinícola mais próxima e compra alguns litros do vinho local. Como este vinho é produzido pelo seu vizinho, que tem a sua disposição os mesmos 10 produtos que você, a família dele passou algum tempo estudando e combinando tipos de uva, (no futuro irão chamar isso de “blend” ), e técnicas de fermentação e envelhecimento, até encontrar a mistura perfeita que irá combinar com a comida local. Alguns anos/séculos mais tarde essa combinação, que todo mundo da região acabou descobrindo e imitando com pequenas variações, passará a ser chamada de D.O.C, denominação de origem controlada. Leitão preparado a moda local, e pronto, está feita sua harmonização perfeita.

 vinho wine harmonizacao grape uva Momen

Com a disponibilidade de ingredientes e vinhos das mais diversas regiões, a coisa ficou bem mais complicada, e para simplificar, criamos algumas regrinhas de bolso para ajudar na hora da decisão:

 

- Comidas típicas de determinada região, com vinhos da mesma região.

 

- Vinhos encorpados(branco ou tintos) para pratos mais temperados e/ou gordurosos e vinhos de corpo médio ou leves para pratos mais delicados.

 

Muito cuidado com alguns alimentos que interagem com o vinho, criando um sabor nem sempre agradável. (Experimente seu vinho tinto encorpado antes e depois de comer um pedaço de salmão e você irá entender o conceito).

 

Experimente, varie e analise o resultado, afinal, a árdua tarefa de degustar vários pratos e vinhos, pode ser recompensadora.

 

E finalmente, reconheça que harmonizar o vatapá será uma missão quase impossível.

 

 

Compartilhe:
  • googleplus
  • linkedin

Escrito por Momen

Inspire-se. Informe-se. Seja Modern Men! Conteúdo masculino é Momen.

There are 0 comments

Deixe um comentário

Expresse sua opinião.
Ou deixe uma resposta!